Notícias

Curitiba está na lista das 21 cidades mais inteligentes do mundo

Curitiba foi eleita uma das 21 cidades mais inteligentes do mundo de 2019 pelo Intelligent Community Forum (ICF), grupo também formado por cidades como Chicago (EUA), Moscou (Rússia) e Winnipeg (Canadá). O reconhecimento internacional foi destaque da apresentação de John Jung, diretor do ICF Canadá, nesta quinta-feira (21/3), primeiro dia do Smart City Expo Curitiba 2019.

“A capital do Paraná reúne todos os quesitos para fazer parte do Smart21 Intelligent Communities, como uma infraestrutura urbana referência internacional, um ecossistema de inovação atuante e a vontade política de constantemente se reinventar”, avaliou o executivo, que participou do debate Da Visão à Ação: Implementando Projetos de Cidades Inteligentes e o Papel das Autoridades Locais.

Jung contou que as 21 cidades que integram o Smart21 Intelligent Communities de 2019 foram selecionadas, no ano passado, com base em dados quantitativos e qualitativos submetidos ao ICF e por uma pesquisa independente, que é avaliada por um grupo de analistas liderados pelo ex-executivo da Cisco, Norman Jacknis.

A análise, acrescentou ele, foi baseada no Método ICF, que fornece a estrutura conceitual para entender os fatores que determinam a competitividade de uma comunidade em termos econômicos, sociais e culturais.

Vale do Pinhão

“Este prêmio reflete a abordagem criativa de Curitiba para fazer as coisas de uma maneira mais inteligente, digital e colaborativa, seguindo o conceito do Vale do Pinhão, o movimento da Prefeitura e do ecossistema para levar a inovação para toda a cidade”, afirmou Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, que também participou do debate com o diretor do ICF ao lado de Eduardo Gussem, procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro; Julio Shigeaki, superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel; e Renato da Silveira, gerente de desenvolvimento de Negócios Sênior da Teletex (EUA).

Cris lembrou que, nos últimos dois anos, a capital vem retomando a vocação como referência em inovação no país com o Vale do Pinhão. “As ações do movimento seguem cinco pilares – educação empreendedora, incentivo à implantação de tecnologia (IOT), reurbanização focada na economia criativa, fomento (incentivos fiscais) e integração/articulação do ecossistema”, reforça ela.

Para Cris, integrar o Smart21 Intelligent Communities também reforça a vocação global de Curitiba, além de tornar a cidade mais atraente para empresas que buscam um lugar para investir.

Cidades que integram o Smart21 Intelligent Communities 2019

Abbotsford (Canadá)

Adelaide (Austrália)

Binh Duong Smart City (Vietnã)

Chiayi City (Taiwan)

Chicago (EUA)

Curitiba (Brasil)

Greater Victoria (Canadá)

Hudson (EUA)

Issy les Moulineaux (França)

Keelung City (Taiwan)

Moscou (Rússia)

Nairobi (Quênia)

Prospect, South Australia (Austráli)a

Rochester (EUA)

Sarnia-Lambton County (Canadá)

Sunshine Coast (Austrália)

Surat (Índia)

Tainan City (Taiwan)

Taoyuan City (Taiwan)

Westerville (EUA)

Winnipeg (Canadá)

Fonte: Bem Paraná
*Crédito imagem: Lucilia Guimarães/SMCS